CARLOS NICOLIA

O Génio Argentino

Paixão pelo jogo

Para mim o Hóquei é uma grande paixão. A minha família, especialmente o meu pai, sempre adoraram e foram fanáticos por futebol, mas nasci numa cidade da Argentina (San Juan) com uma grande cultura no Hóquei em Patins. Quando tinha apenas 3 anos, um vizinho da família ia levar o seu filho mais velho ao pavilhão onde se jogava hóquei em patins e levou-me também. Apesar de ter apenas 3 anos, lembro-me como fiquei fascinado com tudo aquilo e como foi amor à primeira vista. Um mês depois, a minha paixão já era uma realidade.‍ Foi através do Hóquei que tive os meus primeiros grandes amigos e onde aprendi a importância de partilhar todos os momentos com espírito de grupo. Para mim, a interação com os outros e a amizade é o mais importante que se leva do desporto.‍ Sempre olhei e inspirei-me nos jogadores mais velhos para aprender e tentar fazer as mesmas coisas que eles faziam. O meu entusiasmo sempre foi aprender todos os dias alguma coisa nova e isso continua a ser assim até aos dias de hoje.

Carlos Fernando Nicolia Heras

Argentina
Nacionalidade
38
Idade
SL Benfica
Equipa atual
2005
Estreia Profissional
28
Títulos
4
Títulos Competições Mundiais Hóquei Patins
6
Super Taça de Itália
Direita
Mão favorita

Conquistas

O momento que marcou a minha vida e carreira foi ter tipo a oportunidade de vir para a Europa e fazer do Hóquei em Patins uma profissão. Orgulho-me do percurso que tive e de vestir atualmente a camisola de um dos maiores clubes do Mundo, como é o Benfica. Mas a minha maior conquista e sonho concretizado foi ter chegado à seleção da Argentina e sido campeão do Mundo (França, 2015).‍ Continuo a inspirar-me para atingir novas conquistas e melhorar dia após dia. Penso nos primeiros passos no Hóquei e o que tive que deixar para trás com 17 anos para chegar onde estou hoje. Tento retribuir todo esforço dos meus pais que me deram a possibilidade de seguir a minha paixão e chegar onde cheguei. Espero continuar focado, mas nunca perder a diversão e prazer naquilo que faço.

Equipamento

“Para mim, JOGAR HÓQUEI COM UM STICK COM FIBRA NA PÁ É COMO JOGAR BASQUETEBOL COM LUVAS.”‍ Para mim o mais importante no stick é a vibração no toque de bola, então queria um stick que transmitisse essa sensação e que me permitisse sentir o prazer do contacto com a bola, podendo desfrutar de toda a sensibilidade a manusear o stick.‍ O Stick Compact da AZEMAD era a minha escolha óbvia pois não tinha fibra na pá e transmitia toda essa sensibilidade. Quando surgiu a proposta de colaboração, adaptei esse modelo com o meu naming (Compact CN5). Recentemente promovemos uma atualização ao modelo e ao design, ficando a chamar-se ROC (as iniciais dos meus 3 filhos) - by CN5. O design foi inspirado no Azul Celeste e no abstrato, que transmite muito daquilo que sou a jogar. ‍ O stick com que jogo também não pode ter um cabo rígido para harmonizar com a suavidade da pá. Aconselho este modelo ROC a todos os que gostam de sentir cada toque e desfrutam da condução de bola. Para mim, jogar Hóquei com um stick com fibra na pá é como jogar basquetebol com luvas.

Inspira-te em outras histórias

Pesquisar